#ecoisadepreto – Laudelina de Campos Melo


Laudelina de Campos Melo nasceu em 12 de Outubro de 1904, em Poços de Caldas, Minas Gerais. Abandonou a escola aos 7 anos de idade ajudar sua mãe a cuidar dos seus irmão mais novos, foi quando começou a trabalhar como empregada domestica.
Adolescente, auxiliava a mãe na confecção de compotas, geléias e doces caseiros que vendia na cidade e aumentava a renda da família. Aos 16 anos foi eleita presidente do Clube 13 de Maio, que promovia atividades recreativas e políticas entre a população negra de sua cidade. Mudou-se para São Paulo, com 18 anos e casou-se aos 20 anos, mudando-se para Santos, São Paulo, tendo um filho logo em seguida.


Laudelina fundou a primeira Associação de Trabalhadores Domésticos do país, a Associação Profissional Beneficente das Empregadas Domésticas lutava em diversas frentes, mas principalmente contra o preconceito racial. Mil e duzentas empregadas domésticas estiveram no ato da inauguração da associação, em 18 de maio de 1961. 


No ano seguinte, foi convidada para participar da organização de diversos sindicatos da categoria em outros estados, participando também de movimentos negros e feministas. Sua militância foi fundamental para que as empregadas domésticas conquistassem o direito à Carteira de Trabalho e a Previdência Social.

Falecida em 12 de maio de 1991 em Campinas, deixou sua casa para o sindicato de Campinas e um legado de lutas e conquista que pra mim é coisa de preto.

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.

}
Scroll Up